Papa Francisco nomeia dom Aparecido Donizeti de Souza como bispo auxiliar na arquidiocese de Cascavel (PR)

23 de junho de 2022

O Papa Francisco nomeou nesta quarta-feira, 22, dom Aparecido Donizeti de Souza, como bispo auxiliar na diocese de Cascavel (PR). Desde 2016, o prelado exercia o ministério de bispo auxiliar na arquidiocese de Porto Alegre (RS).

Trajetória de vida e episcopal

Dom Aparecido Donizeti de Souza nasceu em Ibiaci, distrito de Primeiro de Maio (PR), em 13 de janeiro de 1964. Cursou Filosofia no Instituto Filosófico de Apucarana (PR) e Teologia no Instituto Teológico Paulo VI de Londrina. Foi ordenado presbítero em 12 de dezembro de 1992 e obteve mestrado em Teologia Espiritual na Pontifícia Faculdade Teológica Teresianum, em Roma.

Na diocese de Cornélio Procópio (PR) exerceu diversas atividades em paróquias e seminários, além de assessorias pastorais. O Papa Francisco o nomeou bispo auxiliar de Porto Alegre no fim de 2015. A ordenação episcopal ocorreu em 18 de março de 2016, em Cornélio Procópio, presidida pelo arcebispo metropolitano de Porto Alegre, dom Jaime Spengler. Em Porto Alegre, exercia a função de bispo referencial para o Vicariato de Gravataí.

Saudação a Dom Aparecido Donizeti de Souza

Estimado irmão, Dom Aparecido Donizeti de Souza,

Recebemos com alegria a notícia de sua nomeação como bispo auxiliar para a arquidiocese de Cascavel (PR). Nessa nova missão, possa o Espírito Santo continuar o inspirando a ser testemunha viva do Evangelho,  capaz de despertar novos corações ao caminho sinodal, ao Reino de Deus e a fortalecer a presença da Igreja Católica no regional Sul 2 desta Conferência.

Junto com nossas felicitações e votos de um frutuoso ministério, gostaríamos de oferecer essa reflexão do Papa Francisco, proferida em 8 de setembro de 2018, durante o Seminário promovido pela Congregação para a Evangelização dos Povos, para iluminar sua trajetória:

“Graças à efusão do Espírito Santo, o bispo é configurado a Cristo Pastor e Sacerdote. É chamado a ter os lineamentos do Bom Pastor e a tomar para si o coração do sacerdócio, ou seja, a oferta da vida. Três traços essenciais marcam o ministério de um bispo: é homem de oração, homem do anúncio e homem de comunhão”.

Nossa Senhora Aparecida, Rainha e Padroeira do Brasil e da arquidiocese de Cascavel, o acompanhe e proteja.

Em Cristo,

Dom Walmor Oliveira de Azevedo
Arcebispo de Belo Horizonte (MG)
Presidente da CNBB

Dom Jaime Spengler
Arcebispo de Porto Alegre (RS)
Primeiro Vice-Presidente da CNBB

Dom Mário Antônio da Silva
Arcebispo de Cuiabá (MT)
Segundo Vice-Presidente da CNBB

Dom Joel Portella Amado
Bispo auxiliar da Arquidiocese de São Sebastião do Rio de Janeiro (RJ)
Secretário-geral da CNBB

CNBB

FacebookTwitterWhatsApp