Vietnamita realiza sonho de entregar foto-ícone do “não à guerra” ao Papa

11 de maio de 2022

Na audiência geral, a saudação do Papa ao fotógrafo Nick Ut, que em 1972 tirou a famosa e terrível foto da menina vietnamita atingida por napalm.

A Audiência Geral de hoje marcou um encontro especial: o Papa saudou os vietnamitas Kim Phuc e Nick Ut.

Kim é a menina da foto, então com 9 anos. Nick é o autor da célebre imagem, feita em 8 de junho de 1972, que virou símbolo das atrocidades cometidas na guerra do Vietnã.

Por incrível que pareça, os dois nunca haviam se encontrado pessoalmente e a ocasião ocorreu dias atrás, em Milão, na inauguração da mostra “From Hell to Hollywood”.

O fotógrafo venceu o prêmio Pulitzer em 1973. Atualmente, Ut vive em Los Angeles, trabalhou para Hollywood e continua na profissão.

Já Kim teve que sofrer 17 operações em decorrência dos efeitos da bomba contendo napalm, lançada sobre o vilarejo de Trang Bang, no sul do Vietnã, ocupado pelos norte-vietnamitas. Foi o próprio fotógrafo quem a levou ao hospital, onde ficou internada por 14 meses.

“Encontrei a fé no Cristianismo e isso me ajuda. Penso que seja graças a Deus que ainda estamos vivos. A dor física e os sinais os carrego ainda sobre a pele, mas a dor emotiva e espiritual foi ainda mais difícil de enfrentar”, declarou Kim à imprensa italiana.

A vietnamita, portanto, tinha o sonho de encontrar o Papa Francisco e entregar pessoalmente a foto de 50 anos atrás – sonho realizado hoje.

Bianca Fraccalvieri – Vatican News
Imagem capa: O fotógrafo vencedor do Pulitzer Nick Ut entrega ao Papa Francisco uma cópia de sua famosa foto (Vatican Media) (Vatican Media)

FacebookTwitterWhatsApp